Histórico

     A Faculdade AVEC de Vilhena nasceu em julho de 1989, originalmente com a denominação Faculdade de Educação e Ciências Administrativas de Vilhena, com o objetivo de oferecer o que há de melhor no ensino superior para seus acadêmicos, formando profissionais qualificados para competir no mercado de trabalho.

     A Faculdade de Educação e Ciências Administrativas de Vilhena, mantida pela Associação Vilhenense de Educação e Cultura – AVEC, foi credenciada e teve seu curso de Administração autorizado pelo Decreto nº 97.648, de 12 de abril de 1989 e reconhecido pela Portaria Ministerial no 1.309, de 26 de julho de 1991.

     Em janeiro de 1990, foi implantado o curso de Pedagogia.

     A Mantenedora promoveu vários cursos de pós-graduação “Lato Sensu” nas áreas de Metodologia de Ensino, Administração, Contabilidade e Recursos Humanos, e também cursos de pós-graduação “Stricto Sensu”, a nível de Mestrado, nas áreas de Administração e Educação, cujas convalidações se deram com as publicações dos Pareceres CNE/CES nos. 73/2008 e 180/2009, para o curso de Administração e Gestão de Negócios, e dos Pareceres CNE/CES nos. 43/2008 e 78/2008, para o curso de Educação e Linguagem.

     Em agosto de 2000 foi autorizado o curso de bacharelado em Direito, com a publicação da Portaria Ministerial n° 1.319, de 23 de Agosto de 2000, tendo seu reconhecimento formalizado com a publicação da Portaria SESu/MEC n° 16, de 08 de Janeiro de 2007.

     Em 2005, a AVEC foi declarada instituição de Utilidade Pública Federal pelo Ministério da Justiça, através da publicação da Portaria MJ no 63, de 16 de fevereiro de 2005.

     Com a publicação da Portaria SESu/MEC nº 1.044, de 09 de maio de 2011, foi aprovada a transferência da mantença da antiga mantenedora para a Rede Gonzaga de Ensino Superior (REGES).

     A Rede Gonzaga de Ensino Superior (REGES), atual mantenedora da Faculdade é uma entidade educacional, sem fins lucrativos, constituída juridicamente em 2006.

     A REGES está em regular funcionamento, inscrita nos cadastros fiscais e parafiscais correspondentes à sua natureza jurídica, estando em dia com os recolhimentos e obrigações, conforme certidões arquivadas na divisão de contabilidade.

     Durante o transcorrer da história da AVEC, foi publicado o Decreto s/n, de 28 de Março de 1995, que autorizava o funcionamento do curso de Ciências Contábeis. Este curso foi reconhecido pela Portaria n° 988, de 17 de Maio de 2001.

     Enfim, com a publicação da Portaria SERES/MEC nº 301, de 02 de agosto de 2011, foi aprovada a unificação do curso de Ciências Contábeis, da instituição co-irmã Faculdade de Ciências Gerenciais de Vilhena, para a atual Faculdade AVEC de Vilhena.

     Ainda no ano de 2011, foram autorizados os Cursos Superiores de Tecnologia em Redes de Computadores por meio da Portaria SERES/MEC nº 320, de 02 de agosto de 2011, e em Análise e Desenvolvimentos de Sistemas pela Portaria SERES/MEC nº 407, de 11 de outubro de 2011.

     Paralelamente à sua atividade de ensino e formação, a Faculdade tem por meta principal buscar a excelência do ensino superior através das atividades complementares de implementação de estudos e pesquisas, a prestação de serviços à comunidade mediante a colaboração com escolas da rede pública na área de Educação, e a promoção do intercâmbio cultural e técnico com os centros científicos e universitários do país.

A filosofia da AVEC, mantida pela Rede Gonzaga de Ensino Superior, no que tange ao ensino, é a de ser uma escola de ponta, buscando a qualidade de ensino, quais sejam:

a) o aluno como razão de ser da Faculdade;

b) capacitação de seus recursos humanos, treinamento dos funcionários em modernas técnicas administrativas, estimulando professores a um contínuo processo de aperfeiçoamento;

c) desenvolvimento de cursos e técnicas pedagógicas, cabendo ao professor conhecer profundamente sua disciplina e, também, as melhores técnicas e processos para ministrá-la;

d) utilizar a informática como instrumento de ensino e suporte às demais atividades;

e) abertura para o mundo, promovendo a execução de convênios com centros de excelência universitária, absorvendo as mais modernas experiências, adaptando-as à realidade regional;

f) investimento em instalações físicas adequadas ao ensino;

g) reconhecimento por parte da comunidade para que seus concursos vestibulares sejam procurados por um elevado número de candidatos e, como conseqüência, a seleção seja pautada pela qualidade;

h) busca de parcerias com empresas e instituições procurando conscientizá-las de que a qualificação profissional começa na escola.

     A Faculdade desenvolve suas atividades educacionais em imóvel próprio. O terreno que abriga o campus universitário possui uma área de 50.400m2, dos quais 10.000m2 são de área construída, com modernas instalações destinadas às atividades administrativas e didático-pedagógicas.

     As instalações são inteiramente adequadas às funções propostas: amplas, arejadas e com luminosidade ideal, além de contarem com racionalidade na disposição do espaço e facilidade nos seus acessos, constituindo-se em um conjunto de serviços de apoio às atividades de ensino, pesquisa e extensão. A Faculdade conta com duas bibliotecas, salas de aula convencionais, sala ambiente, dois salões para conferências, um com capacidade para 1200 pessoas, e outro capacidade para 600 pessoas; áreas de lazer e espera, salas de administração, salas de serviços especializados, quadra poliesportiva, um bloco destinado à Empresa Júnior, Diretório Acadêmico, dois amplos laboratórios de informática, além de outras dependências; Núcleo de Prática jurídica, instalado em edifício de dois andares com ar condicionado e internet, que conta com modernas instalações, e é dotado de salas de triagem, de audiência e cartório, e um acervo composto por obras essenciais à prática da advocacia.

     A Instituição, sentindo a necessidade de aperfeiçoar o conhecimento de seus professores e acadêmicos, bem como promover a integração escola/comunidade, construiu um salão para conferências, com capacidade para 1000 pessoas, em estilo que revela o tratamento efetivamente diferencial que ambas, Mantenedora e Mantida, dispensam à educação superior.

     O Campus é dotado de dois poços semi-artesianos e de dois geradores termo-elétricos, o que lhe garantem total independência em termos de infra-estrutura.

     O principal compromisso da Faculdade é com o aluno. Todas as ações, atualmente, são orientadas para a facilitação do aprendizado e à formação de docentes em Pedagogia com consciência crítica de suas responsabilidades.

     A Instituição busca garantir a qualidade, desde o planejamento das atividades, dos materiais de apoio, dos instrumentos de avaliação, até os procedimentos administrativos, dos mais complexos aos mais elementares. Procura formar profissionais aptos a interpretar a realidade e a enfrentar o desconhecido. Pesquisar e experimentar novas idéias que visem a constante melhoria das condições de trabalho e do aprimoramento do processo educacional completam sua tarefa. A meta, enfim, é a de preservar o nome da Faculdade AVEC de Vilhena e da Rede Gonzaga de Ensino Superior (REGES) no mais elevado conceito.